In the Heart of the Sea (2015) Ron Howard

Ler: Moby Dick (1956) de John Huston

Durante a interrupção letiva entre o primeiro e segundo semestre, para além do filme Moby Dick (1956) de John Huston, foi-nos pedido que procedêssemos ao visionamento do filme In the Heart of the Sea (2015) de Ron Howard. Este é um filme baseado no livro In the Heart of the Sea: The Tragedy of the Whaleship Essex do historiador americano Nathaniel Philbrick, no qual este narra os acontecimentos detalhados da tragédia do navio baleeiro Essex, que em 1820 foi abalroado por uma baleia no Oceano Pacífico, acabando assim por afundar. Esta obra descreve a viagem, o acidente e os desdobramentos dos tripulantes que tentaram sobreviver dentro de botes, da história que serviu de inspiração para o romance Moby Dick de Herman Melville.

Este filme conta-nos a história sob o ponto de vista do sobrevivente mais novo da tripulação de Essex , Thomas Nickerson, e de Herman Melville que recorre à sua vivência nunca antes contada à procura de escrever aquele que seria um dos romances mais lidos de sempre: Moby Dick. Enquanto Thomas conta a verdadeira história do acontecimento, acompanhamos a narrativa intercalada com flashbacks dos factos. Foi na altura que muito jovem, Thomas conheceu Owen Chase, um corajoso marinheiro forçado a obedecer às ordens do capitão George Pollard, quando lhe havia sido prometido o comando na sua próxima viagem. Esta, que aparentemente seria uma viagem normal, fá-los-á depararem-se com Moby Dick, a baleia que, para a sua maioria, fará com que esta seja a última viagem das suas vidas.

In the Heart of the Sea,  tenta explorar várias temáticas da justiça da meritocracia, os relacionamentos amorosos dos marinheiros, os conflitos entre classes nas embarcações, o impacto ambiental da caça às baleias, a condição do naufrágio, a oposição da baleia e sua relação com Owen Chase (homem vs natureza), a questão da sobrevivência, a corrupção de grandes corporações capitalistas, o terror do passado obscuro e o medo do futuro sobre um sucesso improvável criando assim uma série de narrativas centradas na mesma história.

Do ponto de vista cinematográfico, os planos inclinados, com bastante movimento e as cenas avassaladoras das batalhas com Moby Dick fazem-nos sentir que estamos dentro no navio Essex. Esta é uma história bastante sólida, porém (talvez pelas varias narrativas a acontecer) com menos impacto do que na qual se inspirou.

In-the-Heart-of-the-Sea-1-1200x746.jpg

Advertisements

Author: 60pontos5paicas

Communication Design at Fbaul.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s